Dietas restritivas emagrecem ao longo prazo?

Dietas restritivas podem fazer mal à saúde e não representam garantia de resultados efetivos ao longo prazo na vida das pessoas que querem emagrecer.

Dietas restritivas emagrecem ao longo prazo?

Estudiosos consideraram 6 estudos referentes às dietas restritivas, com valor mínimo de 900 calorias diárias, e, constataram que após 3 meses os participantes perderam aproximados 15% do peso corporal, enquanto perfis inseridos em dietas menos restritivas, de até 1.800 calorias, eliminaram apenas 10%.

Aparentemente, ao considerar tais estimativas se pode indicar a dieta restritiva como benéfica. Mas, basta analisar no médio e longo prazo para perceber a baixa eficácia, tendo em vista que após 2 anos ambos os grupos recuperaram calorias e estacionaram na média de até 6% do peso corporal.

Dietas restritivas
Dietas restritivas

Também existe a questão da qualidade no emagrecimento. Manter o peso após as dietas restritivas é complicado, pois o corte de calorias resulta na baixa qualidade muscular.

Quem perde peso rápido em dieta restritiva otimiza a perda de massa muscular!

Portanto, mais eficaz que as restrições alimentares são as dietas equilibradas e nutritivas, que evoluem o tecido muscular no processo da perda ou manutenção do peso.

Quaisquer dietas restritivas com menos de 800 calorias por dia são prejudiciais e apenas devem ser realizadas sob a supervisão do médico especialista.

Dietas restritivas e efeitos colaterais

Pessoas que seguem a dieta restritiva às vezes experimentam efeitos colaterais como: desidratação, infecções renais, morte súbita, entre outros problemas no organismo, conforme indica o Departamento de Saúde e Serviços Humanos de Michigan. Dietas restritivas também aumentam o risco de cálculos biliares.

É importante ter expectativas realistas para a perda de peso ao praticar dieta de calorias reduzidas no longo prazo.

Estudos sugerem que as pessoas conseguem perder peso de até 12 kg após 6 meses numa dieta restritiva. Depois disso, ganham de volta alguns quilos, e, acabam com um total de perda entre 4 kg a 10 kg após 1 ano, e, somente 3 kg ou 4 kg no decorrer de 2 anos.

Concluindo, as dietas restritivas podem ser prejudiciais à saúde e otimizam o efeito sanfona.

Um Ping

  1. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *