Dieta japonesa emagrece mesmo?

A dieta japonesa emagrece mesmo e gera inúmeros benefícios à saúde, desde que você faça as escolhas certas e evite molhos calóricos.

Dieta japonesa emagrece mesmo?

Dieta japonesa emagrece mesmo, você de modo provável já deve ter ouvido algo a respeito. Estudos revelam as vantagens deste costume alimentar. Alimentos frescos, pequenos pratos, bebidas vegetais, arroz, peixe, enfim, iguarias auxiliares no processo do emagrecimento.

Dieta japonesa emagrece mesmo e proporciona longos anos de vida!

As estatísticas não deixam margens para dúvidas: japoneses são mais magros e possuem maior expectativa de vida ao comparar à grande parte das nações ocidentais ou orientais.

Os japoneses são conhecidos como pessoas que trabalham longas horas seguidas com uma energia singular, e, mesmo assim possuem tendência à magreza.

Dieta japonesa emagrece mesmo, mas é preciso também modificar o estilo de vida e privilegiar momentos como sono, desfrute da natureza, práticas de relaxamento, Yoga, entre outros costumes saudáveis. No Japão, apenas 3% das mulheres são obesas!

Leia: Comida Japonesa? Vá com calma!

A dieta japonesa emagrece mesmo se você considerar as seguintes dicas abaixo:

1: O primeiro passo é simples, os japoneses sempre comem alimentos frescos e pequenas porções. Os pratos são caracterizados por qualidade e não quantidade.

Em outras palavras, nenhum alimento é aquecido no micro-ondas, quase não há farinhas refinadas e existem poucas escolhas alimentares gordurosas. Típicas alimentações frescas e naturais para perder peso.

2: Outro aspecto é a maneira de comer, devagar e com prazer. Desfrute de cada refeição sem pressa. O visual dos alimentos também tem importância fundamental inclusive em aumentar a saciedade psicologicamente. Não consuma apenas com estômago, também use os olhos.

3: Os japoneses quase nunca consomem produtos lácteos. As alimentações mais apreciadas são arroz, legumes e peixes. A fruta fresca é também essencial na dieta japonesa, sempre em porções pequenas.

4: Opte por alimentos japoneses à base de arroz integral.

5: Noodles: Há especialidades japonesas deliciosas para incluir na dieta, tais como udon, somen, ramen, soba, etc. Possuem tamanhos diferentes e são feitos com distintos tipos de trigo saudável, quase sem carboidratos.

6: Cuidado com excesso de molhos calóricos, caso, por exemplo, do Shoyo, normalmente repleto de sódio, prejudicial à pressão arterial, além de proporcionar maior enchimento na barriga. Evite Teriaki (composto por Shoyo e açúcar).

7: Quem deseja perder barriga deve evitar consumir saquê ou outras bebidas alcoólicas, pois dieta japonesa emagrece mesmo quando não existe álcool, que, conforme especialistas, atrapalha a formação da massa muscular e a queima de gordura.

Como conseguir barriga negativa

exercícios-para-levantar-bumbum-e-queimar-calorias

manual-da-barriga-negativa

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *