Como perder gordura abdominal rapidamente? 10 dicas especiais

Como perder gordura abdominal rapidamente? 10 dicas especiais

Neste artigo você encontra uma lista de coisas que ajudam na rotina de como perder gordura abdominal rapidamente e ficar com barriguinha sarada.

O ato de como perder gordura abdominal rapidamente representa uma busca de boa saúde e aparência, como as belas modelos nas capas das revistas com roupas provocantes.

Este cenário midiático ilusório favorece aos fabricantes de produtos para perda de peso como as pílulas mágicas e os programas de desintoxicação de queima de gordura – métodos fáceis, aparentemente.

É certo que muitos regimes para perda de peso são contraproducentes, ou seja, não funcionam, e, embora possam funcionar temporariamente, existem grandes chances de a gordura retornar com tudo e gerar o efeito sanfona.

Se isso não fosse ruim o suficiente, ler as letras miúdas no novo produto milagroso para dieta mágica e notar os possíveis efeitos colaterais pode ser algo desestimulante.

A seguir conheça 10 dicas especiais sobre o que não fazer no caminho de como perder gordura abdominal.

Antes, veja um segredo especial que não apenas ensina, mas, indica, todas as etapas de como perder gordura abdominal rapidamente. Se trata do Q48 (Queima de 48 Horas), um programa de exercícios que dura menos de 5 minutos ao dia e define o abdômen em 2 semanas, verdadeiramente.

q48

q48

q48

1: Tomar remédios artificiais: como perder gordura abdominal rapidamente

Privação de sono é um grande problema para muitas pessoas, e, a carência tem efeito direto sobre o tamanho da cintura por inúmeras razões.

Estar cansado (a) torna as pessoas mais propensas a fazerem escolhas alimentares pouco saudáveis, tais como beber muita cafeína ou comer doces com altos índices de açúcar.

Não dormir o suficiente também prejudica o metabolismo e o equilíbrio hormonal do corpo, que precisam de um bom estado a fim de queimar qualquer tipo de gordura corporal.

Existem diversos remédios para reduzir a gordura da barriga que prometem não prejudicar o sono, quando na verdade são verdadeiros causadores da insônia porque afetam o sistema nervoso.

Não apenas por questão de dono, mas considerando a saúde de madeira geral, a prática de como perder gordura abdominal não deve incluir remédios artificiais.

2: Malhar sem parar de forma estressante

Um dos objetivos destes comerciais de pessoas malhadas que indicam cereais matinais ou bebidas não saudáveis é impor um padrão de beleza para a audiência.

Claro, dificilmente as pessoas ficam com os corpos sarados como das celebridades, mas o desejo da forma perfeita permanece, o que gera estresse em quem não atinge a perfeita estética corporal.

Provavelmente, o estresse é a maior causa oculta do ganho de peso e das retenções de gordura ao redor da cintura. Corpos estressados produzem dois hormônios – adrenalina e cortisol.

Adrenalina fornece uma onda de energia que facilita as respostas instintivas. Já o cortisol instrui o corpo a repor energia rapidamente

Tal instinto se alimenta de estresse e exige consumo de alimentos com alto teor de gordura, salgados ou doces, que geram altas taxas de calorias e provocam a liberação de hormônios de prazer no cérebro rapidamente.

Então, se você insiste na perda de gordura da barriga vale a pena começar a sorrir para emagrecer em todos os momentos que a raiva atingir os nervos.

3: Se exercitando é possível emagrecer comendo todos os tipos de alimentos

Um alimento prejudicial à saúde quase nunca descreve na embalagem que é ruim ao processo de digestão, embora as pessoas saibam dos prejuízos digestivos de tais opções alimentares.

Uma dieta bem-equilibrada inclui equilíbrio de gorduras, proteínas e hidratos de carbono complexos, bem como todas as vitaminas e minerais essenciais que seu corpo precisa – é fundamental para perda de peso saudável.

Dito isto, se o seu aparelho digestivo não está funcionando corretamente é possível ter uma deficiência em um ou mais nutrientes importantes, gerando retenção de gordura da barriga, ou seja, prejudicando a vida de quem deseja seguir os passos de como perder gordura abdominal rapidamente.

Confira estes sinais de alerta para determinar o status do intestino. Se você acredita que tem algum tipo de mau funcionamento digestivo vale a pena falar com o médico sobre a obtenção de um diagnóstico profissional.

Você também pode tomar medidas para melhorar naturalmente a sua saúde intestinal ao comer alimentos probióticos.

4: Genética não tem nada a ver

Embora nunca deva ser uma desculpa para viver um estilo de vida pouco saudável, algumas pessoas têm predisposição genética para a grande espessura na massa corporal.

Sob nenhuma circunstância isso é algo ruim, nem deve ser razão para você desprezar seu físico. (Se os genes são codificados para reter gordura, basta lembrar que o tecido adiposo consiste na defesa natural do reino animal contra o frio).

5: Desistir de emagrecer depois da gravidez

Para muitas mulheres é quase impossível de se livrar do excesso de barriga após o parto. Não importa a qualidade da dieta ou das rotinas de exercícios. Enquanto as alterações hormonais podem ser culpadas, às vezes há outras causas.

Em cerca de 30% das gestantes os músculos abdominais se separam ao longo da diástase abdominal, causando uma protuberância quase permanente.

Se estas condições se aplicam a você é importante falar com o médico para ter um diagnóstico profissional e discutir opções de tratamento.

Existe sim um caminho de como perder gordura abdominal após ter bebê, se chama: Mamãe Sarada.

dieta-pos-parto-cesarea

Mamãe Sarada

6: Cair no mito das pílulas dietéticas

As famosas pílulas para diminuir gordura da barriga suprimem o apetite ao aumentar o metabolismo, no entanto, os efeitos reais dessas drogas são mínimos. O mesmo poderia ser alcançado numa caminhada de 15 minutos ou por fazer algumas mudanças simples na dieta.

Ao bem da verdade, pílulas dietéticas são desperdícios de dinheiro e saúde, um mercado que gera bilhões de dólares e prejudica milhões de vida ao ano.

Não se pode ignorar que suplementos de perda de peso mais agressivos são prejudiciais aos órgãos, especialmente os responsáveis pela liberação das toxinas para fora do corpo (ou seja: rins, fígado, bexiga, etc.).

Em alguns casos, estes produtos de dieta provocam úlceras estomacais ou lesão do trato digestivo.

E o mais assustador de tudo é que as pílulas dietéticas vendidas online são comerciadas sem sequer serem regulamentadas. Isto significa que tais suplementos podem ser adulterados com medicamentos modificados ou outros produtos químicos considerados inseguros.

Para piorar a situação, os produtos químicos ofensivos geralmente não são listados em qualquer lugar no rótulo ou na embalagem.

Conclusão: a menos que sejam especificamente receitadas por médicos certificados, fique longe das pílulas de dieta e nunca compre suplementos de perda de peso a partir de fontes online não confiáveis!

7: Seguir a dieta das revistas

“Existem três tipos de mentiras: mentiras, mentiras deslavadas e estatísticas”, assim afirmou Benjamin Disraeli.

A maioria das revistas que dizem conter a fórmula do sucesso em dieta para emagrecer, na verdade, não gera resultados favoráveis a todas as pessoas.

Isso ocorre porque a maioria destas dietas restritivas para eliminar gordura da barriga oferece abordagens irrealistas para comer, excessivamente inconvenientes, ou, caras para a pessoa de média renda se sustentar por mais de um curto período de tempo.

“Tudo com moderação, incluindo a moderação”, frase de Oscar Wilde. Em outras palavras, a dieta da moda não vai ajudar no emagrecimento. Coma de modo inteligente e lembre-se que não há problema em desfrutar dos lanches pecaminosas de vez em quando, mas não todos os dias.

8: Consumir substitutos do açúcar quimicamente alterados!

Na maioria dos casos os adoçantes são piores do que a ingestão de açúcar, pois correm no fluxo de sangue para adicionar medidas às cinturas e torna mais difícil a perda do peso extra.

Embora existam muitas reivindicações de comerciais mentirosos e favoráveis, também há um fluxo interminável de relatos na primeira pessoa sobre os efeitos colaterais de usar tal produto.

9: Reduzir a ingestão de carboidratos

Açúcar não é o único alimento que vai direto à gordura da barriga. Pão, arroz, massas e outros carboidratos simples são fáceis para o corpo digerir e inundar o fluxo de sangue com glicose, que também fica armazenada como gordura.

Contudo, isto não quer dizer que você deve fechar a boca para os carboidratos se quiser acompanhar os passos sobre como perder gordura abdominal rapidamente.

10: Alimentos que aumentam o metabolismo emagrecem

Alimentos ricos em proteínas como soja, nozes, legumes, carne magra e peixes de água fria como a cavala, atum e sardinha têm o poder de diminuir gordura da barriga por ativar o metabolismo.

Os alimentos termogênicos são ótimos por não terem efeitos colaterais horríveis ou custar altas quantidades de dinheiro em lojas de suplementos.

Sim, existem alimentos termogênicos, mas tais alimentações não possuem um efeito tão poderosos quando você deixar de praticar exercícios pelo menos 4 vezes por semana, de preferência em alta intensidade.

Tópico extra: Não consumir frutas e vegetais

A fibra dos produtos naturais se liga aos açúcares mais lentos para digerir. Sucos com frutas e vegetais se enquadram na categoria de açúcar simples e saudável.

O corpo digere rapidamente, o que auxilia nas perdas de gordura da barriga, pois diminui a vontade de comer alimentações ruins à dieta no decorrer do dia.

Enfim, frutas e vegetais deve fazer parte da rotina alimentar de qualquer pessoa no trajeto de como perder gordura abdominal rapidamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *