Cálculo Metabolismo Basal Emagrecimento: Calcular Necessidades Calóricas

Sabe como fazer o cálculo metabolismo basal do emagrecimento de modo fácil e rápido sem ter dor de cabeça? Confira este texto e aprenda a calcular.

Cálculo Metabolismo Basal Emagrecimento: Calcular Necessidades Calóricas

Cálculo Metabolismo Basal Emagrecimento

O cálculo metabolismo basal do emagrecimento representa uma etapa indispensável para quem quer emagrecer. Os resultados dos cálculos determinam quantas calorias você pode perder.

Acontece que cada pessoa possui uma diferente TMB – Taxa Metabólica Basal (BMR – Basal Metabolic Rate, sigla em inglês).

O equilíbrio do metabolismo basal considera o montante de energia que o corpo necessita e usa durante o dia, ou, para se manter em repouso de noite. Significa a quantidade de calorias que o organismo queima enquanto mantém tudo funcionando perfeitamente.

Calcule o metabolismo basal com base em sexo, idade, altura e peso. O resultado não é totalmente exato, mas fornece uma estimativa do que se deve fazer efetivamente para perder peso.

Exemplo prático do cálculo metabolismo basal do emagrecimento

Vamos supor que a sua taxa metabólica basal seja 1.900. Sendo assim, o seu corpo vai queimar pelo menos 1.900 calorias todos os dias para fazer o organismo funcionar corretamente.

Contudo, se você consumir 2.100 calorias por dia o peso vai subir, provavelmente 200 calorias.

Agora, você não imagina que a sua taxa metabólica basal é 1.900 e consome calorias de modo descontrolado. O que acontece?

O resultado é ganho de gordura e aumento de medida na barriga ou outras partes do corpo, principalmente se não existir prática de exercícios físicos que queimam o excesso calórico diariamente.

Mesmo sem nunca ter analisado a sua taxa metabólica basal você fica insatisfeito (a) com a sua nova forma corporal e decide fazer regime restritivo, seguindo as indicações das dietas famosas ou dos programas de emagrecimento da moda, cortando 600 calorias todos os dias.

Se a sua taxa metabólica é de 1.900 calorias, mas você consome 2.700 calorias por dia normalmente. Então, resolve seguir dieta para cortar 500 calorias. Desta forma o novo consumo será de 2.200 calorias.

Ou seja, você ingere 300 calorias a mais do que a sua taxa metabólica de 1.900 e não vai conseguir emagrecer, tonificar o abdômen e formar o corpo dos sonhos.

Montando plano de emagrecimento

Montar um plano de emagrecimento considerando a taxa metabólica basal se trata de método eficaz para perda de peso. Desta forma fica tudo mais simples e você não precisa compreender informações complexas como: mobilização de gordura, características dos hormônios, entre outros assuntos avançados para perder medida.

Assim, você pode comer o que quiser e permanecer emagrecendo bastante, basta não consumir mais valores calóricos do que o valor metabólico basal.

Resumindo esta regra: Engordar não tem nada a ver com carboidratos, gordura ou proteína, mas sim à taxa metabólica basal e ao consumo de calorias.

Ao seguir esta metodologia você pode consumir os alimentos que quiser e ainda sim tornar o corpo enxuto, desde que o consumo de calorias diárias não seja superior a taxa metabólica basal.

Bolos, doces, hambúrgueres, pizzas, lasanhas, sanduiches, enfim, o seu desejo é uma ordem!

Para você funcionar de modo saudável todos os dias o corpo apenas precisa de uma coisa: A quantidade exata de calorias, independente se vem de gordura, carboidratos e proteínas.

Ao seguir a prática de sempre comer apenas valores inferiores da taxa metabólica basal as pessoas podem pensar que você encontrou a fórmula mágica do emagrecimento, quando na verdade tudo se ressume apenas à ciência.

Se você não consumir calorias que ultrapassam a taxa metabólica consegue manter e usar a glicose com mais velocidade para criar combustível. Com o déficit calórico o organismo não tem outra alternativa senão mobilizar mais gordura.

Uma dieta baixa em carboidratos garante que seu corpo fique com proteína suficiente a ser usada no processo de glicogênese, garantindo que a massa corporal magra não participe da queima para gerar energia.

Usar esta proteína suficiente é um processo que requer bastante energia, ou seja, o uso de elevados índices de gordura corporal armazenada.

Agora vamos ao cálculo das necessidades calóricas com base no cálculo metabolismo basal do emagrecimento.

Cálculo Metabolismo Basal do Emagrecimento: Necessidades Calóricas (Mulheres)

Fórmula = 655 + (9,6 x peso em quilos) + (1,8 x altura em cm) – (4,7 x idade em anos).

Multiplique seu peso atual por 9,6. Se você pesa 70 quilos o cálculo é 70×9.6 =

Multiplique sua altura em centímetros por 1,8. Se você tem 180 cm o cálculo é 180×1,8 =

Multiplique sua idade em anos por 4,7. Se você tem 30 anos o cálculo é 30×4,7 =

Agora é só fazer a seguinte conta: 655 + A + B – C =______.

Cálculo Metabolismo Basal do Emagrecimento: Necessidades Calóricas (Homens)

Fórmula = 66 + (13,7 x peso em quilos) + (5 x altura em cm) – (6,8 x idade em anos)

Multiplique seu peso atual por 13,7. Se você pesa 80 quilos o cálculo é 80×13,7 =

Multiplique sua altura em centímetros por 5. Se você pesa 190 cm o cálculo é 190×5 =

Multiplique sua idade em anos por 6,8. Se você tem 30 anos o cálculo é 30×6,8 =

Agora é só fazer a seguinte conta: 66 + A + B – C=______.

Cálculo na Prática

Imagine um homem com 40 anos, 1,87 metros (74 polegadas) e pesando 86 quilos (190 libras). Neste caso o cálculo é assim:

66 + (6,23×190 libras) + (12,7×74 polegadas) – (6,8 x40 anos)

66 + 1183,7 + 939,8 – 272 = BMR de 1.917.

Uma vez que você sabe exatamente o valor da sua BMR (Taxa Metabólica Basal) é preciso criar déficits calóricos para conseguir emagrecer, ou seja, consumir uma quantidade de calorias inferior da taxa metabólica basal durante a semana, não apenas em 1 ou 2 dias.

Então, este homem precisa de pelo menos 1.917 calorias para manter o corpo no pleno funcionamento.

Ao multiplicar o valor de 1.917 calorias por 10 dias o valor é: 19.170 calorias para o peso não subir e nem descer. Ao aumentar esta quantidade calórica se engorda, enquanto que baixando você perde peso e medida.

Digamos que este homem quer tomar uma atitude agressiva para perder peso rápido e decide cortar 30% das calorias.

Esta é a conta para fazer: 19.170 dividido por 3, o que resulta em 6370.

Depois é preciso pegar o resultado final e subtrair pela quantidade total: 19.170 – 6370 = 12740.

Ou seja, 12740 calorias para os próximos 10 dias.

Neste caminho este homem precisa seguir uma dieta de baixo carboidrato, ou, também pode consumir alimentos com carboidratos, desde que se mantenha dentro dos limites do número de calorias atribuídas.

Contudo, é preciso maximizar os resultados ao permanecer na dieta low-carb. Pular o café-da-manhã e ficando mais tempo no estado de jejum ajuda em gerar um efeito “bola de neve” na queima de gordura, inclusive por aumentar o nível de catecolaminas.

Você pode beber café sem açúcar no período de jejum para queimar ainda mais as gorduras e eliminar a sensação de fome. Isto também gera um impulso energético, o que é sempre uma notícia positiva porque muitas pessoas reclamam de fraqueza quando iniciam uma dieta low carb.

Não tenha dúvidas, um déficit calórico de 30% é o melhor método para perder peso rápido. Partindo deste ponto, se você escolher alimentos saudáveis repletos de nutrientes com certeza sente mais saciedade e o processo de emagrecimento fica muito menos sofrido.

Não se esqueça que além de consumir dentro dos limites das necessidades calóricas é preciso também fazer treinos simples em casa ou na academia no sentido de perder peso e tonificar abdômen, bumbum, coxas, entre outras partes críticas do corpo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *